quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Depressão na terceira idade


Os idosos, por apresentarem características bastante peculiares das demais faixas etárias, requerem uma avaliação de saúde mais cuidadosa, a fim de identificar problemas subjacentes a queixa principal. Portanto faz-se necessário priorizar, no seu atendimento, a avaliação multidimensional, geriátrica abrangente ou avaliação global.

Muitas pessoas classificam a característica predominante da depressão com o humor deprimido, sentimentos de tristeza, desesperança, além da perda de interesse e prazer em atividades previamente prazerosas.
Segundo Miguel Filho e Almeida (2002) cinco dos modelos mais frequentemente citados são o modelo cognitivo (erros de processamentos de informações resultando em uma estimativa excessiva do estímulo negativo), o modelo do desamparo aprendido (a motivação diminuída e as percepções de incontrolabilidade dos eventos pela pessoa deprimida, onde o resultado pode ser um comportamento excessivamente passivo, a falta de motivação de a depressão do paciente), o modelo interpessoal (Frequentemente atribuída a experiências ou relacionamentos inter familiares adversos na infância.), modelo neurobiológico ( transtornos da transmissão das catecolaminas e transmissão serotoninérgica cerebral deprimida.) e o de recursos sociais (enfatiza os efeitos do ambiente sobre o indivíduo.).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo e obrigada por comentar! Ficamos muito felizes com a sua visita!

Postar um comentário

Cynthia Brito

Cynthia Brito
Na beleza de uma flor se esconde o brilho da simplicidade.

Tão natural!

Pedro Bial

Pedro Bial
"É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momentos e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver."

Popular Posts